BAIXAR O FESTIM DOS CORVOS PDF

A Guerra dos Cinco Reis parece ter terminado. Ele percebe que deve permanecer e consolidar o seu controle. No entanto, Victarion odeia Euron por ter dormido com a sua esposa e decide se vingar cortejando Daenerys para si mesmo. Pouco depois de receber o seu pagamento, Pate colapsa na rua. Na cidade de Porto Real, ocorre o funeral de Tywin Lannister.

Author:Vukinos Kagataxe
Country:Panama
Language:English (Spanish)
Genre:Technology
Published (Last):7 September 2012
Pages:143
PDF File Size:3.14 Mb
ePub File Size:7.40 Mb
ISBN:628-5-92101-252-2
Downloads:37447
Price:Free* [*Free Regsitration Required]
Uploader:Gom



O imperio do Sol — J. Americanas — Machado de Assis. Sangue Quente — Isaac Marion. Gerry encolheu os ombros. Living Dead in Dallas — Charlaine Harris. A ideia da Annual era tentar chegar a leitores de livros e interess-los na revista. Clarke — O Vento Solar. Mas tambm um fungo, um parasita com uma tendncia perigosa para devastar e abafar todas as outras formas de vida vegetal.

Como Baixar? Download ePub O Festim dos Corvos vol. Postado Por. Martin - ePUB, mobi, pdf. Gerar link; Facebook; Twitter; Pinterest; E-mail. Devia ter tratado primeiro do macho, com a flecha que tinha pronta a atirar. Teria havido tempo de sobra para atirar uma segunda flecha fmea. Mas, em vez disso, fiquei paralisado, preso naquele momento de brilhante obscuridade, por um instante fora do tempo, de arco na mo, porm incapaz de agir.

Subitamente, era tudo to complicado. A fmea corria na minha direo, mais depressa do que eu teria acreditado, e parecia to mais rpida e letal do que aquela coisa branca e lenta, em baixo. Talvez eu devesse t-la matado em primeiro lugar. Poderia falhar, e ento precisaria de tempo para pegar na faca ou numa segunda flecha. S que deixaria Gerry enleado e impotente sob as mandbulas do macho que avanava inexoravelmente para ele. Ele poderia morrer. Crystal no me poderia culpar nunca.

Tinha de me salvar e a ela, ela compreenderia isso. E eu t-la-ia de volta. Crystal estava a gritar, a gritar, e de sbito tudo ficou claro e eu percebi o que significara tudo aquilo e porque estava ali naquela floresta e o que tinha a fazer.

Houve um momento de transcendncia gloriosa. Perdera o dom de a fazer feliz, a minha Crystal, mas, agora, naquele momento suspenso no tempo, esse poder regressara e eu poderia dar ou reter a felicidade para sempre. Com uma flecha, poderia provar um amor que Gerry nunca igualaria. Creio que sorri.

Estou certo de que o fiz. E a minha flecha voou obscuramente atravs da noite fria e encontrou o seu alvo na aranha branca e inchada que corria por uma teia de luz. A fmea estava em cima de mim, e no fiz qualquer movimento para Senti uma dor aguda de picada no tornozelo. Brilhantes e multicoloridas so as teias que as aranhas-dos-sonhos tecem.

Rasgo-os, um de cada vez, como antes os rasguei dos corpos brancos e imveis das aranhas-dos-sonhos, e depois vazo o veneno para uma garrafa, espera do dia em que Korbec vier busc-la.

Depois, tiro a miniatura de clice, ricamente lavrada com prata e obsidiana e brilhante com motivos araneiformes e encho-o com o pesado vinho negro que me trazem da cidade. Mexo o lquido na taa com a faca, em volta, em volta, at a lmina estar limpa e reluzente de novo e o vinho um nada mais escuro do que antes. E subo ao telhado. Muitas vezes, ouo de novo as palavras de Korbec e, nelas, a minha histria. Crystal, o meu amor, e Gerry, e uma noite de luzes e aranhas. Guerra dos tronos download livro pdf gratis Pareceu tudo to certo naquele breve momento, quando me ergui sobre a ponte coberta de musgo, de arco na mo, e decidi.

E correu tudo to, to mal desde o momento em que acordei, aps um ms de febres e vises, para me encontrar a mim prprio na torre para onde Crys e Gerry me tinham levado para me tratarem e devolverem a sade.

A minha deciso, a minha transcendente escolha, no foi to terminal quanto eu poderia ter pensado. Por vezes, pergunto-me se foi uma escolha. Falmos sobre isso, muitas vezes, enquanto eu recobrava energias, e a histria que Crystal me conta no a de que eu me lembro. Ela diz que nunca chegmos a ver a fmea at ser demasiado tarde, que ela se deixou cair silenciosamente sobre o meu pescoo no momento em que atirei a flecha que matou o macho.

Depois, diz ela, ela esmagou-a com a lanterna que Gerry lhe dera para segurar, e eu tombei para dentro da teia. De facto, tenho uma ferida no pescoo, e nenhuma no tornozelo. E a histria dela tem um toque de verdade. Pois vim a saber, no lento fluir dos anos desde aquela noite, que as aranhas-dos-sonhos so assassinas furtivas que se deixam cair sobre as suas presas desprevenidas. Elas no carregam sobre rvores cadas como frenticos ferricornes; no a forma de agir das aranhas. Nem Crystal nem Gerry tm qualquer memria de uma coisa branca e alada que se agitava na teia.

Eu, porm, lembro-me nitidamente tal como me lembro da ara Deve ser esse o caso, claro. Por vezes, quando Squirrel vem atrs de mim a subir as escadas, arranhando os tijolos cheios de fuligem com as suas oito pernas brancas, a falsidade de tudo aquilo bate-me, e eu percebo que lidei com sonhos durante demasiado tempo. Porm, os sonhos so muito frequentemente melhores do que o acordar, as histrias so muito melhores do que as vidas.

Crystal no voltou para mim, nem nessa altura, nem nunca. Eles partiram quando eu fiquei bom. E a felicidade que eu lhe traria com a escolha que no era uma escolha e o sacrifcio que no era um sacrifcio, a minha ddiva para ela para sempre durou menos de um ano.

Korbec diz-me que ela e Gerry romperam violentamente, e desde a ela deixou o Mundo de Jamison. Suponho que deve ser verdade, se se puder acreditar num homem como Korbec. No me preocupo demasiado com isso. Apenas mato aranhas-dos-sonhos, bebo vinho, afago Squirrel. E todas as noites subo esta torre de cinzas para contemplar luzes distantes. Valeu-me a minha segunda capa da Analog desse ano uns meses antes, uma magnfica pintura de Jack Gaughan ilustrara o nmero que continha The Storms of Windhaven, uma colaborao entre mim e Lisa Tuttle , com um deslumbrante John Schoenherr que eu gostaria de ter comprado.

O deus deles, a plida criana com a espada, tinha uma linhagem mais antiga e mais incerta: era um dos sete deuses tenebrosos do mito que concebi para o Dr. O ttulo tirado dos Livros da Selva, de Kipling, claro, e foi to elogiado quanto a histria. Posteriormente, diversos outros autores, todos admiradores de Kipling, afirmaram que estavam aborrecidos por no terem pensado nele primeiro. Storms of Windhaven tambm esteve na corrida para Melhor Novela, nesse mesmo ano.

No Big Mac, o congresso da fico cientfica de , em Kansas City, ambas as histrias perderam a poucos minutos uma da outra a primeira para Larry Nive, que logo deixou cair e partiu o seu Hugo, a ltima para Roger Zelazny. Na noite seguinte, com a cumplicidade de Gardner Dozois e armado com um jarro de vinho branco ordinrio que ficara da festa de outra pessoa qualquer, lancei a primeirssima Festa dos Perdedores do Hugo, no meu quarto do Hotel Muehlbach.

Foi a melhor festa do congresso, que se veio a tornar, em anos posteriores, uma tradio do congresso mundial de fico cientfica, embora, recentemente, alguns tipos sem humor tenham insistido em mudar-lhe o nome para Festa dos Nomeados para o Hugo. Martin Vs podeis matar para vs prprios, E para as vossas companheiras, E para os vossos filhos at precisarem, vs podeis; Mas no mateis pelo prazer de matar, E sete vezes nunca mateis um Homem! Rudyard Kipling s crianas Jaenshi estavam penduradas, do lado de fora das muralhas, numa fiada de pequenos corpos peludos e cinzentos, quietos e imveis, na extremidade de longas cordas.

O mais velho dentre eles fora chacinado antes de ser enforcado; aqui um macho decapitado oscilava de cabea para baixo, o lao em volta dos ps, enquanto acol balanava a carcaa de uma fmea, queimada por uma exploso. Mas a maior parte deles, os bebs de pelo escuro com os seus grandes olhos dourados, a maior parte deles fora, simplesmente, enforcada. Perto do anoitecer, quando o vento vinha a redemoinhar desde as colinas irregulares, os corpos das crianas mais leves contorcer-se-iam na ponta das suas cordas e bateriam contra as muralhas da cidade, como se estivessem vivos e pedissem para entrar.

Mas os guardas das muralhas no prestavam ateno aos rudos surdos que eles produziam quando faziam as suas implacveis rondas, e os portes de metal enferrujado no se abriam. Acreditas no mal? A fria estava estampada em todas as linhas do seu achatado rosto amarelo-acastanhado ao acocorar-se entre os cacos partidos do que fora, um dia, uma pirmide de culto Jaenshi. O mal murmurou Ryther, de forma distrada. Os seus olhos nunca se desviaram das muralhas de pedra vermelha l em baixo, onde os corpos escuros das crianas se recortavam nitidamente.

O sol estava a pr-se, o gordo globo vermelho a que os Anjos de Ao chamavam o Corao de Bakkalon, e o vale abaixo deles, parecendo flutuar em brumas sangrentas. O mal repetiu neKrol. O comerciante era um homem pequeno, atarracado, as suas feies eram decididamente mongoloides, exceto o cabelo vermelho chamejante que lhe caa quase at cintura.

H muito tempo, quando eu era uma criana em crescimento, em Ai-Emerel, decidi que no havia bem nem mal, apenas formas diferentes de pensar. As suas pequenas mos macias tatearam em volta at terem encontrado um grande caco dentado que lhe enchia o punho.

Levantou-se e ofereceu-o a Ryther. Os Anjos de Ao fizeram-me acreditar de novo no mal disse ele. Ela tomou o fragmento das mos dele sem uma palavra e girou-o nas suas mos.

Ryther era muito mais alta do que neKrol, e muito mais magra; uma mulher dura e ossuda, com um rosto comprido, cabelo curto preto e olhos sem expresso. O macaco manchado de suor que usava pendia, largo, da sua fraca figura. Interessante disse ela finalmente, aps estudar o fragmento durante vrios minutos. Era duro e macio como o vidro, mas mais forte; a sua cor era um vermelho translcido, porm to escuro que era quase preto.

Um plstico? NeKrol encolheu os ombros. Essa era a minha prpria sugesto, mas, claro, impossvel. Os Jaenshi trabalham osso e madeira, e por vezes metal, mas o plstico est sculos para alm deles. Ou para trs deles disse Ryther. Dizes que estas pirmides de culto esto espalhadas por toda a floresta?

EXPANSAO BANTU PDF

O Festim dos Corvos – As Crônicas de Gelo e Fogo Vol. 4 – George R. R. Martin

O imperio do Sol — J. Americanas — Machado de Assis. Sangue Quente — Isaac Marion. Gerry encolheu os ombros. Living Dead in Dallas — Charlaine Harris. A ideia da Annual era tentar chegar a leitores de livros e interess-los na revista. Clarke — O Vento Solar.

BIOEDIT TUTORIAL PDF

BAIXAR O FESTIM DOS CORVOS EPUB

.

DIBUJO TECNICO 1 BACHILLERATO EDITORIAL DONOSTIARRA PDF

O Festim Dos Corvos PDF

.

Related Articles